Agronegócio

Recuo na demanda interna gera estoques e preços do frango caem, diz Cepea

São Paulo, 24 – A queda no poder de compra da população, comum em janeiro, tem elevado os estoques de frango na indústria e no atacado. Em consequência, os preços da carne recuaram. Segundo levantamento do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), no intervalo entre os dias 15 a 22 de janeiro, o valor do frango inteiro congelado comercializado no atacado da Grande São Paulo caiu 6,2%, para R$ 4,89 por quilo. Em Toledo (PR), o recuo foi de 4,2% no período, a R$ 5,36 por quilo.

Para o frango inteiro resfriado e vendido na capital paulista, a queda no preço foi de 7,3%, a R$ 4,74 por quilo. Em Toledo, a proteína se desvalorizou em 3,2%, indo para R$ 5,24 por quilo.

Segundo colaboradores do Cepea, a lentidão nos negócios fez com que aumentasse o fluxo de carne de frango do Paraná e de São Paulo, onde os preços estão menores, para as regiões mais ao Sul do País. Em Porto Alegre (RS), o frango inteiro congelado foi cotado a R$ 5,63 por quilo no dia 22, queda de 1,7% em sete dias.

Para os cortes de frango, houve queda para a maioria dos produtos acompanhados pelo Cepea. Na Grande São Paulo, a asa de frango, produto que havia atingido em dezembro o maior patamar nominal de preços, registrou queda de 13,5% no caso da resfriada e de 10% para a congelada, cotadas, respectivamente, a R$ 8,19 por quilo e a R$ 8,48 por quilo.