Negócios

Receita de música gravada atinge R$ 66 bilhões em 2020

Crédito: PxHere

Só o streaming foi responsável por 83% da receita, com assinaturas e uso de aplicativos sociais e de condicionamento físico em alta (Crédito: PxHere)

Com o crescimento do consumo de entretenimento durante a pandemia e das assinaturas de plataformas de streaming, as vendas de música gravada cresceram 9,2% no ano passado, para US$ 12,2 bilhões (R$ 66,3 bilhões no câmbio de hoje, 27).

Só o streaming foi responsável por 83% da receita, com assinaturas e uso de aplicativos sociais e de condicionamento físico em alta. O ano passado marcou o quinto ano consecutivo de crescimento da indústria musical graças ao streaming.

+ Satélite brasileiro será lançado na madrugada deste domingo

De acordo com um relatório do Recording Industry Association of America (RIAA), divulgado pelo The Wall Street Journal, a receita gerada de licenças de música para mídia social e aplicativos de fitness também aumentou durante o ano passado.

O estudo ressalta que os bloqueios da pandemia foram importantes para os serviços de streaming em 2020. Com quase nenhum show ao vivo, capacidade limitada em eventos esportivos e cinemas fechados, os consumidores usaram os aplicativos de streaming para a diversão em casa.

O CEO da RIAA, Mitch Glazier, explicou ao WSJ que esses serviços de streaming são, em grande parte, movidos a música, o que impulsionou o setor. As listas de interesses com mais seguidores em todas essas plataformas são compostas por artistas e criadores de música.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel