Economia

Receio dos clientes preocupa lojistas em momento de reabertura

Crédito: Roberto Parizotti/FotosPublicas

Ritmo de compras na reabertura dos shoppings ainda está muito abaixo do esperado (Crédito: Roberto Parizotti/FotosPublicas)

O período de quarentena deixou os consumidores mais receosos e a reabertura não está fácil para os lojistas. Esses comerciantes avaliam que o desemprego, o receio de perder a renda mensal e o medo de acabar infectado pela covid-19 estão atrapalhando as vendas.

Em entrevista ao UOL, o presidente da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), Alfredo Cotait Neto, disse que a reabertura é um alento, mas as poucas vendas preocupam. Na comparação com abril e maio de 2019, as vendas deste ano ficaram 67% abaixo do registrado.

+ Movimento do comércio aumenta 9,9% em maio ante abril, aponta Boa Vista
+ Abertura de empresas cai 29,5% em abril, mostra Ministério da Economia

Outra reclamação agora é direcionada a restrição do horário de funcionamento dos shoppings, que estão limitados a 4 horas diárias. A alegação da Associação Brasileira dos Lojistas Satélites é de que a restrição não cobre custos fixos do negócio e provoca mais aglomeração.

Por isso, os próximos dias serão essenciais para os lojistas saberem se vão segurar a crise sem demissões, ou se vão ter de partir para o plano emergencial.

Nesse sentido, a ampliação de pelo menos mais duas horas no funcionamento dessas lojas, além da liberação de crédito prometida pelo governo e a Medida Provisória 936 – que permite a redução de jornada e salários dos empregados – são balizadores do setor.

Veja também

+ Receita abre consulta a segundo lote de restituição de IR, o maior da história
+ Homem encontra chave de fenda em pacote de macarrão
+ Baleias dão show de saltos em ilhabela, veja fotos!
+ 9 alimentos que incham a barriga e você não fazia ideia
+ Modelo brasileira promete ficar nua se o Chelsea for campeão da Champions League
+ Cuide bem do seu motor, cuidando do óleo do motor
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança