Geral

Rebelados mantêm reféns há 18 horas em Centro de Detenção Provisória de Taubaté

Completou 18 horas na manhã desta quinta-feira, 9, a rebelião de presos no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Taubaté, no Vale do Paraíba, interior de São Paulo. Às 9 horas, dez reféns continuavam em poder dos amotinados – dois agentes penitenciários e oito religiosos. Entre a noite de quarta-feira e a manhã desta quinta, quatro pessoas tinham sido liberadas pelos presos.

Negociadores da Secretaria da Administração Penitenciária continuavam as conversações com os detentos.

O Grupo de Intervenção Rápida (GIR) da pasta, especializado em solução de conflitos, estava de prontidão no interior do presídio.

De acordo com familiares, os amotinados querem melhorias nas condições do CDP. A unidade está superlotada, com 1.521 presos, quase o dobro da capacidade, de 844 detentos.

Veja também

+ Receita abre consulta a segundo lote de restituição de IR, o maior da história
+ Homem encontra chave de fenda em pacote de macarrão
+ Baleias dão show de saltos em ilhabela, veja fotos!
+ 9 alimentos que incham a barriga e você não fazia ideia
+ Modelo brasileira promete ficar nua se o Chelsea for campeão da Champions League
+ Cuide bem do seu motor, cuidando do óleo do motor
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança