Geral

Questionar reitor ‘é pedir sugestão de doces a diabético’, diz ministro

O ministro da Educação, Abraham Weintraub voltou a atacar nesta quarta-feira, dia 1º, os reitores das universidades federais, alegando fundo ideológico. Ele questionou a tolerância e a pluralidade dos “reitores (ditos) de esquerda”, pelo Twitter. Segundo o titular da pasta, questioná-los seria o mesmo que “pedir sugestões sobre doces a diabéticos”.

Em vídeo postado no início da noite de terça-feira, 30, Weintraub já havia questionado se os contribuintes querem que o dinheiro dos impostos seja gasto com alunos de graduação ou de creches. “Para cada aluno de graduação que eu coloco na faculdade, eu poderia trazer dez crianças para uma creche. Crianças que geralmente são mais humildes, mais pobres, mais carentes, e que, hoje, não têm creches para elas. O que você faria no meu lugar?”

Weintraub ainda comparou o custo de um aluno de graduação (R$ 30 mil anuais, segundo ele) com o de uma vaga em creche (R$ 3 mil). Ele não explicou no vídeo, porém, a fonte dos dados. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel