Giro

Queiroga tem 48h para explicar descontinuidade da CoronaVac em 2022

Crédito: Agência Brasil

A CPI da Covid-19 aprovou o pedido de esclarecimentos ao Ministro da Saúde, na tarde de hoje (5), durante depoimento de Raimundo Nonato Brasil, sócio da VTCLog - empresa de logística contratada pelo Ministério da Saúde para entrega de vacinas. vacinas da Pfizer como segunda dose para quem tomou AstraZeneca apenas em casos excepcionais (Crédito: Agência Brasil)

Na tarde desta terça-feira (05), a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19 pediu esclarecimentos ao Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, sobre a descontinuidade do uso da vacina Coronavac em 2022. Ele terá 48 horas para prestar informações.



A solicitação ocorreu durante o depoimento de Raimundo Nonato Brasil, sócio da VTCLog – empresa de logística contratada pelo Ministério da Saúde para entrega de vacinas. 

+Queiroga se recusa a dizer se tomou hidroxicloroquina contra Covid

O requerimento tem o objetivo de esclarecer informações sobre o Plano Nacional de Imunização, o Programa de acompanhamento epidemiológico, além de entender mais sobre as ações da equipe técnica responsável pelo acompanhamento da pandemia e políticas públicas. 

Já recuperado da Covid-19, diante do Ministério da Saúde, Queiroga afirmou aos jornalistas que a Coronavac será reinserida no plano de vacinação de 2022. 




Veja também
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Vídeo: Motorista deixa carro Tesla no piloto automático e dorme em rodovia de SP
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Lago Superior: a melhor onda de água doce do mundo?