Edição nº 1143 21.10 Ver ediçõs anteriores

Queimadas aumentam 334% no Pantanal

Queimadas aumentam 334% no Pantanal

Fogo contra fogo: de janeiro a agosto deste ano, choveu 25% a menos no Pantanal, em especial nos meses de janeiro a março, período que geralmente concentra a maior parte das chuvas

O Pantanal está em chamas. De janeiro a 11 de setembro, o número total de incêndios na região avançou 334% em relação ao mesmo período de 2018, segundo dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). Em um ano, a proporção de queimadas no Pantanal passou de 1.039 para 4.515. O fogo mais intenso foi registrado nas matas da Reserva Particular do Patrimônio Natural Estância Caiman, um polo de turismo ecológico que desenvolve projetos de preservação da fauna na região. Só no estado do Mato Grosso do Sul, as queimadas mais que duplicaram este ano. Se comparado com o mesmo período de 2018, os focos de incêndios no local passaram de 1.902 a 6.301. O Pantanal é considerado uma das maiores extensões úmidas contínuas do planeta e mantém mais de 80% da vegetação nativa. A região, que ocupa 1,76% do território brasileiro, abriga grande diversidade de espécies de fauna e flora.

(Nota publicada na Edição 1139 da Revista Dinheiro)


Mais posts

Intervenção divina

Santa Dulce dos Pobres. É como passou a se chamar, desde o domingo 13, Irmã Dulce, a primeira santa brasileira, canonizada pelo Papa [...]

Cafezinho consciente

A rede Octávio Café entrou para o time das empresas que fazem bem para o planeta. Desde a quinta-feira 17, seis cafeterias da companhia [...]

O sangue que salva vidas

É de assustar, mas, segundo o Ministério da Saúde, apenas 1,6% da população doa sangue regularmente. Isso corresponde a 16 pessoas para cada mil brasileiros. E esse número ainda cai em períodos de férias e feriados. Devido à necessidade de promover ações para a manutenção dos estoques de sangue do País, a empresa Mercado Eletrônico […]

O impacto do vazamento de petróleo no nordeste

Depois de semanas em que o mundo se acostumou a ler notícias sobre as queimadas na Amazônia, a bola da vez é o mar brasileiro. Desde o [...]

Dias melhores na Kellogg

Para ajudar a combater a fome no País, a subsidiária brasileira da Kellogg doou, de janeiro a junho, 36,4 toneladas de alimentos para [...]
Ver mais