Que tal uma madeira de 1805?

Que tal uma madeira de 1805?

Uma das mais controversas afirmações sobre vinhos é a de que quanto mais velhos, melhores. No caso de vinhos fortificados, contudo, a idade tende a ser um atributo notável. Quem tiver disposto a tirar suas próprias conclusões pode acessar o site americano de bebidas vintage Old Liquors e encomendar uma garrafa do raríssimo JS Terrantez Madeira do início do século 19.

Os poucos exemplares à venda, por cerca de US$ 30 mil, fazem parte de lotes arrematados na casa de leilões Christie’s, em Londres, em 2017.

As garrafas foram descobertas pelos irmãos Oleg e Pedro que garimpam adegas privadas na Ilha da Madeira, em Portugal. Mantinham selos de cera e rolhas originais. O aspecto, porém, não era dos melhores: estavam cobertas por areia e sedimentos de vinhos acumulados há décadas. Após uma rigorosa degustação, vários exemplares foram dispensados, dada a evaporação do álcool ao longo do tempo e a perda das características.

Outros, como o da foto, da safra 1805, preservaram-se como preciosidades líquidas e receberam novas rolhas. Segundo os desgustadores, o aroma “de museu antigo” é seguido por notas de damasco seco e cravo-da-índia. Há boa intensidade e profundidade. Na boca, a sensação é untuosa e rica em sabores concentrados de caramelo. Segundo a crítica inglesa Jancis Robinson, os vinhos elaborados com a uva Terrantez são tão raros que merecem ser provados de qualquer garrafa que o enófilo encontrar.

No Brasil, um belo Blandy’s Terrantez 1976, que pode encarar um século de evolução, custa R$ 3.600 no site da importadora Mistral.

(Nota publicada na edição 1204 da Revista Dinheiro)

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel


Mais posts

Prazer vegano

Fundada em 1862, a Ladurée vem se revelando antenadíssima com relação aos novos hábitos de consumo e tendências alimentares. Com a [...]

BMW X1 SPORT: apenas 72 unidades

Recém-chegado às lojas, o X1 M Sport 25 anos foi lançado em edição limitada para comemorar o tempo de atuação do BMW Group no Brasil. [...]

Panerai homenageia Guillaume Néry

Faltando cinco dias para o Campeonato Mundial de Mergulho Livre de 2015, o francês Guillaume Néry (foto) tentou quebrar o recorde [...]

€ 3,2 milhões

Ou o equivalente a R$ 20.517.760,00 foi o valor pago em um leilão em Paris na quinta-feira (14) por uma pintura do cartunista belga [...]

Um conhaque a peso de ouro

Combinando mais de 400 eaux-de-vie – como são chamados os destilados de diferentes vinhos brancos envelhecidos em carvalho –, o [...]
Ver mais

Copyright © 2021 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.