Giro

Quais são os países que possuem os passaportes mais caros do mundo?

Crédito: Reprodução/Pixabay

Os custos abaixo são em moedas locais e dólares americanos para passaportes de adultos com duração de 10 anos, a menos que especificado de outra forma. (Crédito: Reprodução/Pixabay)



Se você deseja começar uma nova vida no exterior ou simplesmente passar férias em outro país, obter um novo passaporte pode ser um empreendimento caro.

Mesmo os viajantes mais espertos e que economizam podem ser pegos de surpresa substituindo um passaporte vencido (ou prestes a expirar) que pode custar centenas de dólares.

+ Estou esperando meu passaporte brasileiro, brinca Lewis Hamilton

Depois de reunir todos os seus documentos e passar por todos os obstáculos burocráticos do seu país, espero que você tenha seu passaporte em mãos em algumas semanas ou meses. Mas a que custo?




Estes são alguns dos passaportes mais caros do mundo. Os custos abaixo são em moedas locais e dólares americanos para passaportes de adultos com duração de 10 anos, a menos que especificado de outra forma.

Pontos de preço médio

Atualmente, o valor do passaporte brasileiro convencional é de R$ 257,25, aproximadamente US$ 52. Ou seja, em caso de primeira emissão ou para quem apresentar o passaporte anterior. Caso o requerente não tenha o passaporte anterior ou um BO, é cobrada uma taxa de R$ 514,50, subindo para US$ 104.


Embora muitos passaportes custem em torno de US$ 100 a US$ 160, esse não é um preço pequeno. No entanto, há ainda mais caros para vir.

Seja renovando ou comprando um passaporte pela primeira vez, os cidadãos japoneses podem esperar pagar 16.000 ienes japoneses (cerca de US$ 125). Os neozelandeses podem esperar pagar NZD $ 191 (cerca de $ 125) pelo novo passaporte.

Comprar um passaporte americano adulto pela primeira vez custará pelo menos US$ 165, enquanto as renovações custarão US$ 130.

Para cidadãos britânicos que desejam visitar destinos mais ensolarados, a renovação de um passaporte do Reino Unido online custará £ 75,50 (cerca de US $ 95 ou € 90). Para a maioria dos expatriados que vivem no exterior, a renovação custará uma taxa padrão combinada e uma taxa de correio de cerca de £ 106 (cerca de US $ 135 ou € 125).

Incluindo a postagem, os cidadãos suíços terão um gasto de cerca de 145 francos suíços (cerca de US$ 150 ou € 140).

Se você ainda não está achando os preços tão caros, veja o que alguns dos passaportes que pesam mais nos bolsos dos cidadãos que desejam viajar para o exterior:

Passaporte mexicano (3.505 MXN ou cerca de US$ 170)

Passaporte de Liechtenstein (256 CHF ou cerca de $ 260)

Passaporte cubano (6.500 CUP ou cerca de US$ 270 por 10 anos)

Segundo o governo cubano, enquanto comprar um novo passaporte localmente custa 2.500 pesos cubanos (cerca de US$ 105), que pode durar um total de seis anos, o passaporte deve ser renovado a cada dois anos para permanecer válido.

Cada renovação custará mais 500 CUP, até o sexto ano de vida do passaporte, quando o processo de compra de um novo passaporte será reiniciado.

Para comparar maçãs com maçãs, o custo de manter um passaporte cubano válido por 10 anos totaliza cerca de 6.500 CUP (cerca de US$ 270).

Passaporte australiano (AUD $ 308 ou cerca de $ 220)

Passaporte sírio (US$ 600 por 10 anos)

O passaporte sírio é um dos passaportes menos poderosos e ao mesmo tempo está entre os mais caros.

De acordo com o site do Ministério das Relações Exteriores e Expatriados da Síria, os sírios que vivem no exterior terão que pagar US$ 300 por um novo passaporte que durará apenas seis anos.

Ao longo de 10 anos, ter um passaporte sírio válido custará pelo menos US$ 600.

Passaporte libanês: (1.200.000 LL ou cerca de US$ 795)

Para aqueles que vivem no Líbano, a renovação de um passaporte custará 1.200.000 libras libanesas, de acordo com a Direção Geral Libanesa de Segurança Geral (cerca de US$ 795).

No entanto, os expatriados que renovam seus passaportes no Consulado Geral do Líbano em Nova York ou Los Angeles podem esperar pagar US $ 600.

O Líbano é um dos poucos países que cobra de seus cidadãos locais mais do que expatriados no exterior para renovar passaportes.