Negócios

Qualy acusa Seara de copiar embalagem de margarina

Crédito: Divulgação - JBS

A JBS alega que a concorrente copiou a sua embalagem para confundir clientes mudando o visual da Cremosy após a aquisição (Crédito: Divulgação - JBS)

A BRF, dona da margarina Qualy, recorreu à Justiça contra a Sadia. A empresa alega que a concorrente copiou a sua embalagem para confundir clientes mudando o visual da Cremosy após a aquisição.

A compra da margarina Cremosy pela JBS para o portfólio da Seara foi concluída há pouco mais de seis meses, conforme a Folha de S.Paulo.

+ Ação da BRF dispara após notícia de que JBS avalia contra-ataque a Marfrig

No processo, que tramita no TJSP (Tribunal de Justiça de São Paulo), a BRF pede que a Seara pare imediatamente de comercializar as unidades da Cremosy que estão com a embalagem semelhante e que recolha o produto das prateleiras dos supermercados.



Ainda não há uma decisão judicial sobre o assunto. Por enquanto, o juiz do caso, Eduardo Palma Pellegrinelli, deu prazo até esta sexta-feira (11) para que a Seara se manifeste sobre o pedido de tutela de urgência para parar de vender os produtos.

A BRF pede ainda indenização de R$ 50 mil por danos morais, além de um valor pelos lucros obtidos com as margarinas.

Veja também
+ Até 2019, havia mais gente nas prisões do que na bolsa de valores do Brasil
+ Geisy reclama de censura em rede social: “O Instagram tá me perseguindo”
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago