Negócios

Qantas cancela compra de A380 e Airbus pode encerrar sua produção

Esta foi a segunda vez, em menos de um mês, que uma companhia aérea cancela o pedido de A380. O baixo número de encomendas pode acabar com sua produção

Qantas cancela compra de A380 e Airbus pode encerrar sua produção

Após a Emirates cancelar seu pedido de 20 aeronaves A380, o maior avião comercial do planeta, outra companhia aérea deixará de comprar o modelo, que agora é colocado em xeque e pode deixar de ser produzido.

A companhia australiana Qantas preparava um pedido de oito aviões A380, porém, nesta quinta-feira (7) informou para a Airbus que não fará mais a compra. Esta foi a segunda vez, em menos de um mês, que uma companhia aérea cancela o pedido do modelo, o que piora ainda mais a situação de sua produção, que já vem sendo afetada pelo baixo número de pedidos.

Assim como a Emirates, a Qantas focará suas novas aquisições em aviões mais leves e econômicos. “Para a Qantas, o A380 é o avião do passado, não do futuro”, explicou Ellis Taylor, da consultoria da aviação FlightGlobal para a CNN.

Com o cancelamento dos pedidos de Qantas, Emirates e Virgin Atlantic (que aconteceu em 2018), a Airbus tem encomenda de apenas 79 A380, colocando em xeque a viabilidade do projeto, que demanda uma atenção e linha de montagem especial da empresa europeia.