Economia

Projeção do Focus para PIB de 2020 passa de -5,02% para -5,03%

Os economistas do mercado financeiro alteraram levemente suas projeções para o Produto Interno Bruto (PIB) em 2020. Conforme o Relatório de Mercado Focus, a expectativa para a economia este ano passou de retração de 5,02% para queda de 5,03%. Há quatro semanas, a estimativa era de baixa de 5,11%.

Para 2021, o mercado financeiro manteve a previsão do Produto Interno Bruto (PIB), de alta de 3,50%. Quatro semanas atrás, estava no mesmo patamar.

No Focus divulgado nesta terça-feira, 13, a projeção para a produção industrial de 2020 foi de baixa de 6,30% para retração de 6,00%. Há um mês, estava em baixa de 6,90%. No caso de 2021, a estimativa de crescimento da produção industrial seguiu em 4,53%, ante 5,50% de quatro semanas antes.

A pesquisa Focus mostrou ainda que a projeção para o indicador que mede a relação entre a dívida líquida do setor público e o PIB para 2020 passou de 67,55% para 67,00%. Há um mês, estava em 67,50%. Para 2021, a expectativa foi de 70,00% para 69,20%, ante 69,95% de um mês atrás.

Déficit primário

O Relatório de Mercado Focus trouxe, ainda, alteração na projeção para o resultado primário do governo em 2020. A relação entre o déficit primário e o PIB este ano foi de 12,05% para 12,00%. No caso de 2021, seguiu em 3,00%. Há um mês, os porcentuais estavam em 12,00 % e 2,80%, respectivamente.

Já a relação entre déficit nominal e PIB em 2020 foi de 15,70% para 15,80%, conforme as projeções dos economistas do mercado financeiro. Para 2021, permaneceu em 3,00%. Há quatro semanas, estas relações estavam em 15,30% e 6,50%, nesta ordem.

O resultado primário reflete o saldo entre receitas e despesas do governo, antes do pagamento dos juros da dívida pública. Já o resultado nominal reflete o saldo já após as despesas com juros.

Os avanços nas projeções nos últimos meses refletem a expectativa de que, com o aumento das despesas do governo durante a pandemia do novo coronavírus, o País terá um cenário fiscal ainda mais difícil.

Balança comercial

Os economistas do mercado financeiro mantiveram a projeção para a balança comercial em 2020 na pesquisa Focus, de superávit comercial de US$ 57,49 bilhões. Um mês atrás, a previsão era de US$ 55,15 bilhões. Para 2021, a estimativa de superávit seguiu em US$ 55,00 bilhões. Há um mês, estava em US$ 53,40 bilhões.

No caso da conta corrente do balanço de pagamentos, a previsão contida no Focus para 2020 seguiu em déficit de US$ 6,81 bilhões, ante US$ 7,50 bilhões de um mês antes. Para 2021, a projeção de rombo permaneceu em US$ 17,00 bilhões. Um mês atrás, o rombo projetado era de US$ 15,10 bilhões.

Para os analistas consultados semanalmente pelo Banco Central, o ingresso de Investimento Direto no País (IDP) será suficiente para cobrir o resultado deficitário nestes anos. A mediana das previsões para o IDP em 2020 foi de US$ 51,26 bilhões para US$ 50,00 bilhões. Há um mês, estava em US$ 55,00 bilhões. Para 2021, a expectativa permaneceu em US$ 65,00 bilhões, ante US$ 66,48 bilhões de um mês antes.

Veja também

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

Tópicos

BC Focus PIB