Negócios

Produtores argentinos marcam paralisação contra suspensão de exportação de carne

A Comissão de Enlace das Entidades Agropecuárias da Argentina (CEEA), grupo que reúne as principais entidades agropecuárias da Argentina, está pedindo ao setor que paralise a comercialização de todos os produtos bovinos nos próximos dias. A medida foi anunciada em comunicado divulgado nesta terça-feira, 18, após reunião de emergência da entidade. A paralisação deve ocorrer a partir da meia-noite da próxima quinta-feira, 20, até a sexta-feira, 28.

Segundo a entidade, a medida é uma resposta ao bloqueio pelo governo argentino das exportações de carne bovina do país por 30 dias, anunciado na noite da segunda-feira, 17.

Ainda nesta terça, a CEEA vai realizar uma coletiva de imprensa para explicar a medida e o “descontentamento dos produtores”.

A entidade afirmou que rejeita a política adotada pelo governo, pois “sem dúvida prejudicará toda a Argentina”.

A suspensão das exportações de carne bovina por um mês foi anunciada na noite da segunda-feira pelo Ministério do Desenvolvimento Produtivo da Argentina, alegando que a medida é uma consequência do “aumento sustentado” dos preços internos do produto.

Segundo a pasta, o bloqueio das exportações foi comunicado na segunda-feira pelo presidente da Argentina, Alberto Fernández, em reunião com o Consórcio de Exportadores de Carnes Argentinas (ABC), que representa os frigoríficos argentinos exportadores.

+ Jaguar Land Rover: a luta contra a falta de confiança dos consumidores

O ministério também informou que o governo vai adotar um conjunto de medidas de emergência com objetivo de organizar o funcionamento do setor.

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel