Mundo

Produtor de cinema e mestre de Kung Fu diz que vai concorrer ao governo de Hong Kong em eleições

Produtor de cinema e mestre de Kung Fu diz que vai concorrer ao governo de Hong Kong em eleições

Bandeiras da China e de Hong Kong

Por Jessie Pang e Twinnie Siu



HONG KONG (Reuters) – O mestre de Kung Fu e produtor cinematográfico de Hong Kong Checkley Sin Kwok Lam disse nesta quarta-feira que tem intenção de concorrer na disputa pelo governo da cidade, um anúncio surpreendente que acontece enquanto a atual líder Carrie Lam ainda não confirmou se vai buscar um segundo mandato.

O homem de 65 anos é a primeira pessoa a anunciar sua candidatura antes das eleições do dia 27 de março. A chefe do Executivo Lam, que tem governado sobre um dos períodos mais tumultuados da história de Hong Kong, encerra seu mandato em junho.

Candidatos dispostos precisam do apoio do poderoso corpo eleitoral “somente patriotas” formado por 1.500 pessoas pró-Pequim em Hong Kong. Não estava claro se Sin tem tal apoio.

Em um vídeo do YouTube, Sin disse que seus apoiadores da internet o convenceram a mudar de ideia sobre não se envolver em política.

+ Especialista revela o segredo dos bilionários da bolsa. Inscreva-se agora e aprenda!



“Sob o novo sistema eleitoral, acredito que todo patriota capaz e confiável possa se juntar à nova eleição para chefe do Executivo”, disse Sin. “Eu acredito que tenho capacidade de vencer.”

Com a eleição a apenas semanas de distância, o silêncio da líder Lam e de outros peso-pesados é incomum. A imprensa local já especulou que potenciais candidatos incluem Lam, o secretário de Finanças Paul Chan e a ex-chefe da Organização Mundial da Saúde Margaret Chan. Lam tem se recusado repetidamente a comentar se irá concorrer a um segundo mandato.

(Reportagem de Jessie Pang e Twinnie Siu)

tagreuters.com2022binary_LYNXMPEI0I0QE-BASEIMAGE