Economia

Produção petroleira da Venezuela segue em queda

Produção petroleira da Venezuela segue em queda

Refinaria em Maracibo, na Venezuela - AFP

A produção de petróleo na Venezuela continuou em queda em junho, situando-se em 1.531.000 barris por dia, informou a Organização de Países Exportadores de Petróleo (Opep).

O volume continua sendo o mais baixo das últimas três décadas, excluindo a queda registrada por uma greve do setor, entre dezembro de 2002 e fevereiro de 2003.

A produção de junho representou uma queda de 2 mil barris por dia (mbd) em relação a maio, quando o governo venezuelanos relatou na Opep um aumento de 24 mil barris ante abril.

Este nível não apenas o mais baixo em 30 anos, mas desde março de 1950, quando o país produziu 1,38 mbd, segundo dados da petroleira estatal PDVSA citada pela consultoria Capital Markets.

Esta situação ocorre apesar dos esforços que, segundo o governo, a PDVSA realiza para recuperar a produção de petróleo – fonte de 96% da receita do país, em recessão desde 2014 e dependente das importações.

O presidente Nicolás Maduro ordenou à petroleira aumentar a produção em 1 milhão de barris por dia para se beneficiar da alta das cotações.