Giro

Processo de US$ 95 milhões contra brasileiro da Nissan começa nesta sexta-feira

Crédito: Arquivo / AFP

Ghosn foi preso em 2018 sob a acusação de má conduta financeira na montadora japonesa até que fugiu para o Líbano no final de dezembro do ano passado (Crédito: Arquivo / AFP)

A primeira audiência do processo da Nissan contra o brasileiro Carlos Ghosn está programada para ocorrer em Yokohoma na próxima sexta-feira (13). O processo faz parte dos esforços da montadora japonesa para reivindicar 10 bilhões de ienes (US $ 95 milhões) em danos de seu ex-presidente.

Ghosn, 66, foi preso em novembro de 2018 sob a acusação de má conduta financeira e enfrentava um julgamento criminal no Japão até que fugiu para o Líbano no final de dezembro do ano passado. Embora o ex-executivo nunca tenha de enfrentar um tribunal japonês, outros em seu redor continuam envolvidos em processos judiciais.

+ Três dias após ataque, STJ diz que 255 mil processos estão seguros
+ Hacker mantém posse de processos do STJ e peritos temem vazamento

Greg Kelly, o ex-diretor da Nissan que foi preso no mesmo dia que Ghosn. Acusado de ajudar o brasileiro, negou as imputações e está no terceiro mês de julgamento no Japão. Michael Taylor e seu filho Peter estão atualmente detidos em Boston enquanto enfrentam a extradição para o Japão sob alegações de que ajudaram na fuga de Ghosn.



A Nissan e o Ministério Público de Tóquio afirmaram que Ghosn subestimou sua renda e usou o dinheiro da empresa para ganho pessoal, acusações que ele nega.

Separadamente, Ghosn está processando a Nissan, dizendo que foi injustamente demitido da unidade holandesa da montadora e por uma joint venture chamada Nissan-Mitsubishi BV. Ele está reivindicando 15 milhões de euros (US $ 18 milhões) em receitas perdidas.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel