Black Friday

Problemas na Black Friday? Saiba como reclamar

Crédito: Karolina Grabowska/Pexels

Maior número de reclamações na Black Friday é de atraso na entrega, segundo o Procon-SP (Crédito: Karolina Grabowska/Pexels)

Por conta dos esquentas e das antecipações das promoções na Black Friday, o site do Procon-SP já havia recebido 261 reclamações na tarde desta sexta-feira (26).



As principais foram: atraso ou não entrega do produto, com 26% das queixas e pedidos cancelados após a confirmação da compra, com 17% 

+Atraso na entrega e propaganda enganosa são principais queixas da Black Friday 

Se esse for o seu caso e você não sabe como agir, segue abaixo como abrir reclamações nos Procons do país todo e no Reclame aqui: 

Acre: os acreanos podem optar pelo atendimento presencial ou no site do Procon-AC.  Em Rio Branco, estão disponíveis os nos telefones (68) 3223-7000 ou 151. O email para contato é o procon.acre@ac.gov.br;

+ O economista Paulo Gala revela os caminhos para investir bem em 2022



Alagoas: o atendimento presencial do Procon no estado só é realizado mediante agendamento. O site oferece a lista de endereços de postos para fazer as reclamações pessoalmente. Em Maceió, os consumidores podem entrar em contato com o Procon-AL pelos telefones 199 ou 0800 082 4567, pelo WhatsApp 82 98882-8326 ou pelo e-mail atendimentoproconmaceio@gmail.com;

Amapá:  os consumidores podem entrar na seção “Fale Conosco” no site para enviar denúncias, tirar suas dúvidas ou fazer reclamações. O atendimento presencial é feito na Av. Henrique Galúcio, 1155B – Central, Macapá;

Amazonas: os postos de atendimento presenciais do Procon-AM estão suspensos. Mas os amazonenses podem fazer as reclamações pelos telefones 0800 092 1512 e 3215-4009 ou pelo site;

Bahia: reclamações são feitas através de um formulário no site, pelo e-mail denuncia.procon@sjdhds.ba.gov.br ou pelo aplicativo Procon BA Mobile. O Procon-BA fica na Rua Carlos Gomes, nº 746 – Dois de Julho, Salvador;

Ceará:  com o site temporariamente indisponível, o serviço de defesa do consumidor do estado, o DECON, está atendendo por meio deste site. Nele, é possível agendar uma visita presencial ou registrar reclamações online;

Distrito Federal:  No site do Procon-DF, os consumidores podem agendar um atendimento em algum dos postos físicos do órgão;

Espírito Santo:  o atendimento presencial é feito na Av. Jerônimo Monteiro, nº 935 – Centro, Vitória. Também é possível registrar reclamações ou tirar dúvidas pelo site ou pelo WhatsApp (27) 3323-6237;

Goiás:  os goianos também podem abrir reclamações pelo site do Procon-GO ou agendar atendimento presencial em Goiânia.

Maranhão: os consumidores podem fazer denúncias ou agendar uma visita presencial ao Procon-MA pelo site;

Mato Grosso: os mato-grossenses podem fazer suas reclamações por meio da”Carta Procon”, pelo e-mail ou por carta. As orientações sobre como preenchê-la e enviá-la estão no site. Agendamentos para atendimentos presenciais podem ser feitos aqui;

Mato Grosso do Sul: consumidores podem abrir reclamações por meio de um formulário. Também é possível ligar no telefone 151 ou  (67) 3316 – 9842. O atendimento presencial é feito nos endereços listados aqui;

Minas Gerais: lista com os postos físicos do Procon em Minas Gerais pode ser encontrada aqui. Também é possível registrar reclamações pelo site;

Pará: os endereços dos postos presenciais estão aqui. Ainda é possível entrar em contato com o órgão pelo telefone (91) 3073-2801 ou pelo e-mail proconatend@procon.pa.gov.br;

Paraíba:  o órgão recebe reclamações pelo WhatsApp (83) 98618-8330 ou formulário online. Consumidores também podem entrar em contato com o órgão pelo e-mail procon@procon.pb.gov.br, pelos telefones 151 ou (83) 3218-6959 e presencialmente, na Av. Almirante Barroso, nº 693 – Centro, João Pessoa;

Paraná: acesse o formulário online para reclamações. Paranaenses também podem se dirigir ao endereço Rua Emiliano Perneta, 47 – Centro, Curitiba ou ligar nos telefones 0800 041 1512 ou 3223-1512;

Pernambuco: consumidores da capital podem fazer reclamações online por meio deste link ou agendar uma visita presencial ao órgão aqui;

Piauí: é preciso passar por triagem para o atendimento do Procon. Ela pode ser feita pelo e-mail procon.alepi@mppi.mp.br ou pelo telefone (86) 98195-5177. Posteriormente é possível agendar um atendimento presencial a partir deste formulário. Demandas coletivas são realizadas pelo telefone (86) 98177-7510 ou pelo e-mail atendimentoprocon@mppi.mp.br. Aqueles que já registraram suas reclamações podem acompanhá-las aqui;

Rio de Janeiro: reclamações são feitas no site. O atendimento presencial também precisa de agendamento prévio e pode ser feito pelo e-mail reclame@procon.rj.gov.br, pelo WhatsApp (21) 99374-1505 ou pelos telefones (21) 98596-4638 ou (21) 98596-5723;

Rio Grande do Norte: atende no endereço Rua Ulisses Caldas, 181 – Cidade Alta, Natal, pelos telefones (84) 3232-9050 e (84) 3232-9051 ou pelo e-mail procon.natal@natal.rn.gov.br; 

Rio Grande do Sul: a lista de cidades gaúchas com sedes do Procon pode ser encontrada neste link. Já o atendimento eletrônico é feito aqui;

Rondônia: reclamações ao órgão são feitas por meio de um formulário. Os endereços, telefones e e-mails de cada unidade do órgão podem ser encontrados aqui;

Roraima:  no Procon Assembleia, é possível fazer reclamações aqui. A unidade fica na Av. Ville Roy, 1908 – Caçari, Boa Vista;

Santa Catarina:  O Procon catarinense recebe denúncias por aqui. Também é possível encontrar os endereços dos postos de atendimento do órgão no estado e o telefone para contato no mesmo link; 

São Paulo: reclamações online e a lista com postos do Procon estão aqui. Também é possível telefonar no número 151;

Sergipe: consumidores podem abrir chamados neste link . O Procon também atende pelo e-mail procon.ceac@sejuc.se.gov.br ou no Shopping Riomar, em Aracaju, e no Shopping Peixoto, em Itabaiana;

Tocantins: as reclamações podem ser feitas de forma online por meio do site. Já o atendimento presencial pode ser agendado aqui.

Como fazer uma reclamação no Reclame Aqui

Se você preferir não acionar o Procon, ainda terá a opção de abrir uma reclamação no site Reclame Aqui.
Muitas vezes os consumidores se queixam na plataforma e empresas tem um canal rápido de respostas e até uma solução. Acesse o site antes de efetuar uma compra, pois é possível verificar a reputação das empresas por lá.  

Todo o processo para relatar um problema no site é gratuito, mas é preciso se cadastrar antes para poder fazer uma reclamação.

  • Acesse o site  e clique em “Cadastrar”;
  • com o cadastro pronto, entre na sua conta utilizando login e senha;
  • pesquise pelo nome da empresa sobre a qual deseja reclamar e clique em “Reclamar”;

Agora basta contar o que aconteceu e clicar em “Publicar”;

Tanto a empresa quanto os outros consumidores conseguirão ver a sua queixa. Portanto, nunca coloque seus dados pessoais (como nome completo, CPF, telefone, dados bancários, etc) nas suas reclamações.


Saiba mais
+ SP: Homem morre em pé, encostado em carro, e cena assusta moradores no litoral
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Confira o resultado
+ Reencarnação na história: uma crença antiquíssima
+ Andressa Urach pede dinheiro na internet: ‘Me ajudem a pagar a fatura do meu cartão’
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ IPVA 2022 SP: veja como consultar e pagar o imposto