Economia

Privatização da CEB Distribuição, de Brasília, terá preço mínimo de R$ 1,4 bi

A privatização da companhia elétrica CEB Distribuição, responsável pelo fornecimento em Brasília, deve ter um preço mínimo de venda de R$ 1,42 bilhão. O valor foi informado pela CEB, em fato relevante divulgado no sábado (26).

O Conselho de Administração da CEB aprovou no sábado a convocação de Assembleia Geral Extraordinária com vistas à aprovação da alienação de 100% (cem por cento) das ações representativas do capital social total votante da CEB Distribuição S.A. (“CEB-D”). O leilão de venda será realizado na B3.

A assembleia foi marcada para o dia 13 de outubro de 2020, às 15 horas, online.

A empresa explicou que o valor se refere à média dos resultados líquidos das duas avaliações econômico financeiras elaboradas por consultorias autônomas e independentes, contratadas pelo BNDES.

No mês passado, a empresa assinou com o BNDES um contrato de prestação de serviços para a estruturação do projeto de alienação do controle societário da CEB Distribuição.

Veja também

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?