Negócios

Privalia e MaterDei protocolam pedido de registro de oferta de ações na CVM

Crédito: Divulgação - MaterDei

O MaterDei, que tem 18% de participação em leitos privados na região metropolitana de Belo Horizonte, teve lucro de R$ 72,643 milhões em 2020 (Crédito: Divulgação - MaterDei)

A plataforma online de varejo de moda Privalia e a rede de hospitais MaterDei protocolaram nesta quarta-feira pedidos de registro de oferta pública inicial de ações (IPO) com distribuição primária e secundária.

Nas duas operações, o BTG Pactual é o coordenador-líder. No caso do IPO da Privalia, também atuam na oferta o JPMorgan, o Itaú BBA e o Credit Suisse. No caso da MaterDei, os participantes são o Bradesco BBI, o Itaú BBA, JPMorgan e Safra.

+ CVM condena Gradual Corretora por irregularidade na gestão de liquidez de fundo

Em 2020, a Privalia teve prejuízo líquido de R$ 14 milhões, ante lucro de R$ 12 milhões em 2019 e de R$ 51 milhões em 2018. O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) no ano passado foi de R$ 58 milhões, ante R$ 45 milhões em 2019.

O MaterDei, que tem 18% de participação em leitos privados na região metropolitana de Belo Horizonte, teve lucro de R$ 72,643 milhões em 2020, quase metade dos R$ 138,104 milhões apurados em 2019. O Ebitda fechou o ano passado em R$ 155,298 milhões, queda de quase 40% ante o ano anterior.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel