Economia

Privalia abre espaço para que marcas de roupas mantenham as vendas na quarentena

Crédito: Reprodução/Privalia

As empresas da campanha da Privalia podem ser encontradas no menu "Marcas do s2" (Crédito: Reprodução/Privalia)

A Privalia, um outlet digital de moda, abriu espaço em seus canais para dar suporte ao pequeno e médio empreendedor. O objetivo da campanha #ApoieoNegocioLocal é ajudar empresas locais que estejam com algum tipo de dificuldade neste período de quarentena contra o coronavírus e querem manter as contas em dia.

Essas marcas terão um espaço no site, aplicativo e mídias sociais da Privalia intitulado “Marcas do S2” e entrarão no radar de mais de 13 milhões de clientes da rede, além da possibilidade de entrega em todo o Brasil.

+ Nike doa mais de 130 mil unidades de peças de roupas e calçados para profissionais da saúde
+ Com desemprego, número de microempreendedores sobe 12,6% no 1tri
+ Governo de SP vai ampliar crédito para microempreendedor; total é de R$ 650 mi

Em comunicado, a Privalia informou que também vai oferecer expertise em gestão de estoque para ajudar os empreendedores a manter o fluxo de caixa e auxiliar no escoamento desses produtos.

Desde que a campanha foi lançada, no mês passado, mais de 100 marcas apresentaram seus produtos na plataforma da Privalia. Empresas que estejam envolvidas no segmento de roupas feminino e masculino, Baby&Kids, além do mercado de decoração para a casa e cozinha, com food & beverage, podem participar da iniciativa.

As marcas que tiverem interesse em participar da campanha podem entrar em contato através do site ou no email fornecedores@privalia.com.

Veja também

+ Funcionário do Burger King é morto por causa de demora em pedido

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados pela covid-19

+ Nascidos em maio recebem a 4ª parcela do auxílio na quarta-feira (05)

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?