Economia

Prioridade é aprovar cheques de US$ 2 mil, diz líder democrata no Senado dos EUA

Diante das perspectivas de que os democratas assumam o controle do Senado dos Estados Unidos, o líder da bancada do partido na Casa, Chuck Schumer, afirmou nesta quarta-feira, 6, que uma das prioridades do novo Congresso será aprovar uma rodada de pagamentos de US$ 2 mil à maioria dos americanos, para ajudá-los em meio à crise provocada pelo coronavírus. “Vamos trabalhar com o presidente eleito Joe Biden para conquistar mudanças ousadas”, prometeu, em coletiva de imprensa.

Nesta quarta-feira cedo, a imprensa americana projetou vitória do democrata Raphael Warnock sobre a senadora Kelly Loeffler em uma das disputas pela Geórgia.

A outra corrida segue indefinida, mas Jon Ossoff lidera nas parciais e, segundo o New York Times, tem 95% de chances de derrotar o senador republicano David Perdue.

Se o resultado se confirmar, a sigla de Biden comandará as duas câmaras legislativas.



Segundo Schumer, a bancada ainda vai conversar para decidir as prioridades nesses primeiros meses de governo Biden, mas garantiu que os pagamentos são uma delas.

Em dezembro, o Congresso aprovou cheques de US$ 600 no âmbito do pacote fiscal de US$ 900 bilhões.

Veja também
+ Até 2019, havia mais gente nas prisões do que na bolsa de valores do Brasil
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Veja quanto custa comer nos restaurantes dos jurados do MasterChef
+ Leilão de carros e motos tem desde Kombi a Nissan Frontier 0km