Economia

Principal risco para economia dos EUA ainda é pandemia de covid-19, diz FMI

O Fundo Monetário Internacional (FMI) considera que o principal risco negativo para a economia dos Estados Unidos ainda é a pandemia de covid-19. Em relatório divulgado nesta quinta-feira, a entidade destaca a circulação de novas variantes do coronavírus e um aumento na hospitalização de jovens como fatores que preocupam.

“Embora as vacinas estejam amplamente disponíveis nos EUA, as decisões individuais sobre tomar ou não a vacina tornaram-se uma restrição mais vinculativa”, ressalta o FMI.

O fundo diz que os esforços de saúde pública precisarão continuar sendo aplicados “com vigor”, com planos de contingência “robustos” para lidar com possíveis novos curtos de covid-19.

Outro risco negativo para a economia do país, segundo o FMI, é o Congresso reduzir mais os montantes dos pacotes fiscais propostos pelo presidente norte-americano, Joe Biden.



“Um aumento na inflação subjacente nos EUA não é um resultado provável. No entanto, representa um risco importante para a recuperação dos EUA e para as perspectivas globais”, destaca o fundo.

Veja também
+ Até 2019, havia mais gente nas prisões do que na bolsa de valores do Brasil
+ Geisy reclama de censura em rede social: “O Instagram tá me perseguindo”
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago