Finanças

Principais bolsas da Ásia fecham em baixa, com avanço do coronavírus no radar

As principais bolsas asiáticas fecharam em baixa nesta segunda-feira, reagindo aos últimos desdobramentos da pandemia de coronavírus, que atingiu recorde diário de novos casos, e após o banco central chinês manter taxas de juros inalteradas.

O índice acionário japonês Nikkei caiu 0,18% em Tóquio hoje, a 22.437,27 pontos, pressionado por ações dos setores ferroviário e aéreo, enquanto o chinês Xangai Composto teve ligeira perda de 0,08%, a 2.965,27 pontos, o Hang Seng se desvalorizou 0,54% em Hong Kong, a 24.511,34 pontos, e o sul-coreano Kospi recuou 0,68% em Seul, a 2.126,73 pontos.

+ Crise EUA x China aumenta incerteza na economia global
+ Rússia e EUA iniciam negociações nucleares sem grande expectativa

Ontem, a Organização Mundial da Saúde (OMS) relatou o maior número de novos casos de covid-19 em 24 horas. Foram 183 mil novos infectados, sob liderança de Brasil (54.771) e EUA (36.617). Nos EUA, particularmente, o coronavírus voltou a ganhar força em meio ao processo de reversão de medidas de isolamento motivadas pela pandemia.

A China também está no radar após a ocorrência de um recente surto em sua capital, Pequim, que, no entanto, já estaria sob controle.

O PBoC, como é conhecido o BC chinês, decidiu hoje manter inalteradas suas taxas de juros de referência para empréstimos de curto e longo prazos. Pelo segundo mês consecutivo, a chamada LPR de um ano permaneceu em 3,85% e a LPR para empréstimos de cinco anos ou mais longos ficou em 4,65%,

Em outras partes da Ásia, o Shenzhen Composto – índice chinês formado por empresas com menor capitalização de mercado – subiu 0,29% hoje, a 1.936,65, e o Taiex avançou 0,20% em Taiwan, a 11.572,93 pontos.

Na Oceania, a bolsa australiana encerrou os negócios desta segunda-feira praticamente estável, após um pregão volátil. O S&P/ASX teve ganho marginal de 0,03% em Sydney, a 5.944,50 pontos, sustentado pelo desempenho positivo de grandes bancos e mineradoras. Com informações da Dow Jones Newswires.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel