Giro

Primeiro-ministro italiano preocupado com o retorno do ritual de aperitivos no país

Primeiro-ministro italiano preocupado com o retorno do ritual de aperitivos no país

Captura de tela retirada de um vídeo no site da Organização Mundial da Saúde mostra o primeiro-ministro italiano, Giusepe Conte, em discurso durante reunião virtual da Assembleia Mundial da Saúde - World Health Organization/AFP


Com o fim do longo confinamento e a chegada do clima de primavera, os italianos retomaram o ritual de aperitivos nos terraços e praças da península, o que preocupa as autoridades diante de um possível novo surto da epidemia de coronavírus.

“Esta não é a hora de festas nem mudanças, porque a curva pode voltar a subir”, alertou o primeiro-ministro Giuseppe Conte.

Bolsonaro desiste de churrasco no Alvorada após repercussão negativa

Diretor da Anvisa que participou de manifestação testa positivo para covid-19

“Durante essa fase, mais do que nunca é preciso respeitar as distâncias de segurança e usar máscaras quando necessário”, explicou Conte na quarta-feira e novamente hoje, após anunciar rigorosidade e multas para impedir que as curvas de contágios e mortes voltem a subir.

Depois de registrar mais de 32.000 mortos em dois meses, o que traumatizou a população e afetou a economia, os italianos puderam sair do confinamento a partir de 4 de maio.