Finanças

Primeiro investidor da Airbnb comprou ação por US$ 0,01 em 2009; agora vale US$ 145

Crédito: Divulgação - Airbnb

Quando a Sequoia investiu na plataforma, o Airbnb tinha 2.500 anúncios e 10 mil usuários; Em setembro, eram 5,6 milhões de listagens e 4 milhões de hosts (Crédito: Divulgação - Airbnb)

A Airbnb, plataforma de aluguel de casas, viu seu valor de mercado valorizar significativamente nos últimos anos atingindo a marca de US$ 85 bilhões em seu primeiro dia de negociação.

Nesta quinta-feira (10), as ações da companhia eram negociadas por US$ 145 cada. Mas nem sempre foi assim. Um dos primeiros investidores a acreditar na empresa comprou o papel por apenas US$ 0,01 em abril de 2009.

+ Airbnb estreia na Nasdaq com alta de 112% e tem maior IPO do ano nos EUA
+ Airbnb sobe 115% na sua estreia na bolsa de valores dos EUA

Segundo o Business Insider, citando a The Information, a Sequoia Capital – um fundo de capital de risco que tem a Apple, Google e Instagram entre seus investimentos anteriores – entregou ao Airbnb um aporte inicial de US$ 585 mil por cerca de 58 milhões de ações.



O fundo participou de várias rodadas de financiamento, totalizando cerca de US$ 280 milhões em quase 82 milhões de ações. Considerando a cotação desta quinta-feira, elas valiam quase US$ 12 bilhões.

Foi uma aposta arriscada, mas que valeu a pena, já que o fundo pagou em média US$ 3,4o por ação que hoje vale US$ 145. Quando a Sequoia investiu na plataforma, o Airbnb tinha apenas 2.500 anúncios e 10 mil usuários registrados.

Em 30 de setembro, a plataforma já contava com 5,6 milhões de listagens ativas e mais de 4 milhões de hosts.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel