Dinheiro e Tecnologia

Prime Control: eles testam aplicativos para que clientes não percam negócios

A empresa é especializada em testar softwares já prontos a fim de descobrir erros e problemas para serem corrigidos antes dos apps irem a público, evitando que seus clientes percam vendas

Prime Control: eles testam aplicativos para que clientes não percam negócios

"Não basta o sistema estar livre de erros, o processo tem que funcionar bem" diz Everton Arantes, fundador da Prime Control

Hoje toda empresa tem um aplicativo. O caso mais comum são apps para e-commerces, que oferecem no ambiente virtual os produtos oferecidos por alguma loja que pode ou não existir fisicamente. Porém há também aplicações para serviços internos, como controle de estoque, folha de pagamento e funcionários, ou até mesmo canais de comunicação interna que são vitais para o bom funcionamento de empresas independente de seu porte. Qualquer falha nestes aplicativos podem resultar em perdas, que podem ser até a desistência do cliente ou a falta de agilidade para resolver questões processuais. Por conta disso, é vital ter um app funcional em 2019, e a Prime Control encontrou nessa necessidade um nicho: o de testar softwares.

A empresa fundada em 2008 em Curitiba é hoje uma das principais expoentes do ramo de testes de software, tendo em sua carteira clientes grandes como Grupo Boticário, Vivo, Linx e HP. Seu trabalho parece simples, usar e abusar de softwares prontos para serem colocados a uso, e destrinchar todos os seus erros e falhas através de suas devices farms, (fazendas de aparelhos, em tradução livre), quando diversos smartphones e máquinas das mais diferentes especificações e configurações testam o software a fim de trazer diagnóstico mais completo dos erros encontrados.

“Sempre sugerimos as melhorias, mas também influenciamos e participamos de todo o processo criativo, operacional  e produtivo, com profissionais em cada uma das frentes, para que a qualidade esteja presente em cada etapa”, explica Everton Arantes, fundador da empresa. “Em resumo, o desenvolvedor é bom em criar e desenvolver e nós somos especializados em testar, apoiar os processos de melhoria, qualidade e entrega final.”

Em um mercado tão específico quanto cheio de demanda, a Prime Control se encontra em posição favorável devido a seu tempo de estrada, o que se converte em expansão nos últimos anos. A empresa fechou seu primeiro ano com faturamento de R$ 380 mil, no anos seguinte este valor saltou para R$ 600 mil. Apesar dos bons números, os trabalhos eram apenas temporários e pontuais.

Foi só em 2011 porém, que começaram a chegar os clientes de peso, como Grupo Boticário e Positivo Informática. Grandes clientes atraem grandes clientes, e hoje a Prime Control tem uma lista invejável de empresas as quais presta serviços, nos ramos do varejo, telecomunicações, comércio, indústria, financeiro e educação. Resultado disso: a companhia fechou 2018 com crescimento de 329%