Política

PRF prendeu 34 e achou quatro corpos no carnaval do Ceará de PMs amotinados


A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu 34 pessoas no Ceará desde a última sexta-feira, 21, quando iniciou a Operação Saturno para reforçar o policiamento nas rodovias federais no Estado que é palco de motins de policiais militares desde o dia 19. Agentes da PRF de 18 Estados e do Distrito Federal foram mobilizados nas ações e até essa terça-feira, 25, recuperaram 13 veículos roubados e encontraram quatro corpos, três deles crivados de balas.

De acordo com a PRF, as prisões foram efetuadas em razão de diferentes crimes contra o patrimônio e relacionados ao uso de drogas. O balanço das detenções realizadas até este domingo, 23, apontava 17 presos.

Desde o início dos motins de policiais no Ceará, que reivindicam melhores soldos, foram registrados 170 assassinatos no Estado, indica a Secretaria de Segurança Pública.

Entre a sexta e esta terça, a PRF encontrou quatro corpos – um em Fortaleza, um em Itaitinga e dois em Caucaia. Três deles apresentavam lesões por armas de fogo.

Uma ação que levou à recuperação de veículos, na manhã desta terça envolveu troca de tiros entre os agentes e um suspeito de roubo. O carro – um Honda Civic – foi reportado por um policial rodoviário federal aposentado como roubado, no sábado, 22.

Após perder o controle do veículo e causar uma colisão, o condutor do Civic trocou tiros com as equipes da PRF e conseguiu escapar dos policiais. As buscas pelo suspeito continuam.

Na segunda-feira, os policiais rodoviários federais recuperaram um Fiat Siena e uma moto, que foram encaminhados para a Polícia Civil em Maracanaú.

O balanço divulgado pela PRF mostra que no mesmo dia, um homem foi preso conduzindo uma Mercedes Benz C180 em Caucaia. Ele disse que havia levado o veículo como garantia em um golpe financeiro que estava aplicando no dono do automóvel, segundo a PRF.

A corporação ainda prendeu em Caucaia, um homem que portava 17 pedras de crack e três saquinhos com maconha.

Tópicos

Ceará greve PMs