Giro

Preso mais um suspeito do roubo de ouro no Aeroporto de Guarulhos

Agentes da Divisão de Investigações sobre Crimes contra o Patrimônio, do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), da Polícia Civil de São Paulo, prenderam um homem envolvido em um roubo a carro-forte ocorrido em março de 2018, em Santa Catarina, e suspeito de participar da quadrilha que roubou mais de 700 quilos de ouro no Aeroporto de Guarulhos, em julho de 2019.

A prisão ocorreu em Itanhaém, cidade do litoral sul do estado de São Paulo, na última sexta-feira (17). De acordo com nota da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, o suspeito foi detido em cumprimento a um mandado de prisão temporária expedido pela Justiça de Santa Catarina. No último dia 11, a polícia já havia prendido, em São Caetano do Sul (SP), um outro suspeito do roubo de ouro no Aeroporto de Guarulhos.

O roubo

Segundo a polícia, ao menos dez pessoas teriam participado do crime, que ocorreu em Guarulhos, em julho de 2019. As investigações indicam que o grupo chegou ao aeroporto em dois carros identificados como se fossem viaturas da Polícia Federal. Fortemente armados, teriam rendido os funcionários que faziam a manipulação da carga, obrigando-os a transferir o ouro para um dos veículos.

A polícia acredita que a entrada dos ladrões foi facilitada pelo supervisor de logística, que afirmou ter sido rendido na noite anterior. O metal, dividido em 31 malotes, tinha como destino Nova York, nos Estados Unidos, e Toronto, no Canadá.