Economia

Presidente da Comissão Europeia destaca clima e retomada econômica

A Eslovênia assumiu nesta quinta-feira a presidência rotativa da União Europeia, que estava sob o comando de Portugal desde janeiro. Durante uma coletiva de imprensa para saudar a nova liderança, a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, destacou a importância do combate à mudança climática e a necessidade de focar na recuperação econômica do bloco.

Ao dizer que a Eslovênia assume o comando da UE em um “momento de virada”, von der Leyen ressaltou que a campanha de vacinação contra a covid-19 tem progredido. “A União Europeia está reabrindo com cautela, estamos agora mudando da gestão de crise para os esforços de recuperação a longo prazo”, frisou.

Von der Leyen caracterizou o fundo de recuperação da crise aprovado em 2020, chamado de “Next Generation EU”, como “motor” da retomada da atividade.

Ela também afirmou que contará com o primeiro-ministro da Eslovênia, Janez Jansa, para aprovar o maior número possível de planos nacionais de recuperação da economia. “Isso é crucial, porque assim o dinheiro começa a fluir agora o mais rápido possível”, declarou.



A presidente da Comissão também relembrou as metas climáticas da UE. Na quarta, entrou em vigor no bloco a Lei do Clima, que prevê redução de 55% das emissões de carbono até 2030, com base nos níveis de 1990, e neutralidade climática em 2050.

Veja também
+ Até 2019, havia mais gente nas prisões do que na bolsa de valores do Brasil
+ Geisy reclama de censura em rede social: “O Instagram tá me perseguindo”
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago