Economia

Prejuízo do Spotify triplica em 2020 apesar do aumento do número de assinantes

Crédito: AFP/Arquivos

Spotify: acordo permite que usuário ouça músicas e podcasts no aplicativo da rede social (Crédito: AFP/Arquivos)

A empresa sueca Spotify, líder mundial do streaming de música, anunciou nesta quarta-feira que seu prejuízo triplicou em 2020 devido ao aumento de gastos de funcionamento, parcialmente compensados pelo aumento de assinantes.



No ano passado, o Spotify registrou um volume de negócios de quase 9,52 bilhões de dólares, 16,5% a mais que em 2019. Mas as perdas triplicaram e atingiram 700 milhões de dólares.

Kraft Heinz negocia acordo de venda da marca Planters por cerca de US$ 3 bi

O número de usuários ativos alcançou 345 milhões (+27% em um ano) no fim de dezembro. Principal fonte de receita da empresa, os assinantes pagos são agora 155 milhões (+24%), indica o grupo em seu balanço anual.

A sede do Spotify fica em Estocolmo, mas a empresa tem cotação na Bolsa de Nova York.



“Acreditamos que a pandemia (…) pode ter contribuído positivamente para o avanço de novas assinaturas”, destaca o grupo em um comunicado.

Para 2021, a empresa espera uma perda operacional de entre 241 e 360 milhões de dólares.


Veja também
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Vídeo: Motorista deixa carro Tesla no piloto automático e dorme em rodovia de SP
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Lago Superior: a melhor onda de água doce do mundo?