Giro

Prefeitura interdita casas noturnas por descumprirem regras sanitárias no Rio

Duas boates foram interditadas pela Prefeitura do Rio na noite de sábado, 24, por desrespeitar as regras de distanciamento social para conter a pandemia de covid-19. Conforme a Secretária Municipal de Ordem Pública (Seop), as boates Mandarim, no Jardim Botânico, zona sul da capital fluminense, e Vitrinni, na Barra da Tijuca, na zona oeste, foram interditadas por tempo indeterminado e receberão multa de R$ 15 mil por infrações sanitárias.

As interdições foram determinadas após ação de fiscalização da Seop e do Instituto Municipal de Vigilância Sanitária (IVISA), com apoio da Guarda Municipal. Segundo a Seop, a ação foi organizada com base no “trabalho do setor de inteligência” da secretaria, a partir de “denúncias enviadas pela população de que os locais funcionavam como boates realizando eventos com aglomeração”.

Em nota, a Seop explicou que os estabelecimentos vinham burlando a fiscalização, disfarçando o funcionamento como boate – pelas regras em vigência no Rio, o funcionamento dos serviços de bar e restaurante está permitido, mas não como casa noturna.



Veja também
+ Até 2019, havia mais gente nas prisões do que na bolsa de valores do Brasil
+ Geisy reclama de censura em rede social: “O Instagram tá me perseguindo”
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago