Giro

Prefeitura de São Paulo suspende aulas até o dia 1º de abril

Crédito: Reprodução/YouTube Prefeitura de São Paulo

"Essa medida se faz necessária para que a gente possa conter o avanço do coronavírus na cidade", disse Covas (Crédito: Reprodução/YouTube Prefeitura de São Paulo)

A prefeitura da cidade de São Paulo anunciou nesta sexta-feira (12) a suspensão de aulas presenciais na rede municipal e privada a partir da próxima quarta-feira (17). A suspensão segue até o dia 1º de abril.

“Essa medida se faz necessária para que a gente possa conter o avanço do coronavírus na cidade”, afirma o prefeito Bruno Covas em coletiva.

+ Decreto regulamenta plano de tecnologia assistiva
+ Câmara aprova plano emergencial para povos indígenas durante a crise

Nos dias 15 e 16, as escolas estarão abertas para comunicação com as famílias, com merenda sendo servida. Durante a suspensão, as escolas permanecerão abertas apenas para alimentação e distribuição de materiais e chips – com agendamento prévio.



Os recessos de abril e outubro serão antecipados para o período de 15 a 28 de março. Os alunos não terão atividades obrigatórias.

Veja também
+ Até 2019, havia mais gente nas prisões do que na bolsa de valores do Brasil
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Veja quanto custa comer nos restaurantes dos jurados do MasterChef
+ Leilão de carros e motos tem desde Kombi a Nissan Frontier 0km