Giro

Prefeitura de Nova Lima (MG) vai autuar Vallourec após barragem transbordar

Crédito: Divulgação/ Rede Social

A Vallourec informou que o alto volume de chuvas provocou o transbordamento da barragem (Crédito: Divulgação/ Rede Social)



A prefeitura de Nova Lima (MG) informou que vai autuar a Vallourec por crime ambiental em virtude do transbordamento da Mina de Pau Branco, barragem da mineradora, ocorrido na manhã deste sábado, 8.

Em nota, a Prefeitura da cidade mineira afirmou também que apura o grau do impacto ambiental gerado pelo incidente e mantém contato com a mineradora para definir as ações necessárias. “A Prefeitura vai […] exigir, ao lado do governo estadual, o cumprimento do Plano de Recuperação da Áreas Degradadas, já que o monitoramento, acompanhamento e licenciamento ambiental de mineração são atribuições de competência do Estado”, afirmou a Prefeitura no comunicado à imprensa.

+Deslizamento de pedra atinge embarcações em Capitólio; confira vídeo

A Vallourec informou em nota que o alto volume de chuvas no Estado nos últimos dias provocou o transbordamento da barragem, que fica próxima à BR-040.




“Em função das chuvas excessivas dos últimos dias houve um carreamento de material sólido da pilha Cachoeirinha para o Dique Lisa, localizado em Nova Lima, ocasionando o transbordamento desse dique. O dique em questão é uma estrutura de contenção de águas pluviais e não se trata, portanto, de uma barragem de rejeitos de mineração”, explicou a empresa. Ainda segundo a Vallourec, o maciço da barragem continua íntegro, sem problemas estruturais

A empresa informou que acionou os órgãos competentes e está trabalhando em conjunto com as autoridades para minimizar os transtornos ocorridos.

De acordo com a Via 040, concessionária que administra o trecho da BR-040 afetado, a rodovia está totalmente interditada na altura do KM 562 por causa do material carreado da mineradora. O congestionamento chega a 2 km no sentido Belo Horizonte.