Economia

Preço médio dos imóveis residenciais sobe 0,36% em junho em dez capitais

Preço médio dos imóveis residenciais sobe 0,36% em junho em dez capitais

O preço nominal médio dos imóveis residenciais cresceu 0,36% em junho, mostrando uma aceleração na comparação com maio, quando a alta foi de 0,29%. Nos primeiros seis meses do ano, o avanço foi de 1,19%, e no acumulado dos últimos 12 meses a alta atingiu 1,65%.

Os dados foram divulgados nesta quinta-feira, 18, pela Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip), cuja pesquisa considera os valores de imóveis vendidos por meio de financiamento bancário em dez capitais.

A pesquisa mostrou que, no mês, todas as dez capitais pesquisadas tiveram alta nos preços médios: Brasília (0,04%), Fortaleza (0,06%), Salvador (0,08%), Porto Alegre (0,16%), Rio de Janeiro (0,18%), Belo Horizonte (0,19%), Curitiba (0,19%), Goiânia (0,22%), Recife (0,38%) e São Paulo (0,68%).

Em nota, a Abecip avaliou que os preços dos imóveis estão em processo de recuperação lenta, mas consistente. Ainda assim, a alta nominal dos preços continua abaixo da inflação, o que representa uma desvalorização dos imóveis.

Segundo a associação, a aceleração na alta dos preços dos imóveis residenciais ainda depende de uma situação econômica melhor do País, incluindo queda do desemprego. A aprovação das reformas estruturais e a adoção de medidas de estímulo de curto prazo pelo governo ajudarão a recuperar a economia brasileira.