Mundo

Precaução contra bombas e sala do pânico: a rotina de segurança de Mark Zuckerberg

Fundador e CEO do Facebook investe aproximadamente US$ 10 milhões ao mês para evitar que o pior aconteça

Precaução contra bombas e sala do pânico: a rotina de segurança de Mark Zuckerberg

Ser a oitava pessoa mais rica do mundo e ter a responsabilidade de gerenciar a maior rede social da internet pode ter suas desvantagens. Entre um escândalo de vazamento de dados e a criação de novas ferramentas de interação, Mark Zuckerberg precisa passar por uma intensa rotina de segurança, que inclui paredes a prova de bala, precaução contra carros-bombas e rampas secretas.

Segundo um texto do Businesses Insider, o CEO do Facebook investe aproximadamente US$ 10 milhões ao ano para garantir que o pior não aconteça. Entre as precauções está o posicionamento de seguranças nos eventos que Zuckerberg participa. Além de ficarem próximos a ele, os profissionais também se misturam ao público para evitar qualquer risco vindo da platéia.

O cuidado contra atentados a bomba também é uma constante. Mesmo sendo o CEO do Facebook, Zuckerberg ainda trabalha em um escritório aberto próximo a outros funcionários. A diferença é que este local fica logo acima da garagem do prédio, posição que facilita uma fuga rápida caso necessário. Porém, as precauções não param por aí. O local foi projetado para que nenhum veículo consiga estacionar abaixo da mesa do empresário, evitando um possível ataque com carro-bomba.

Neste mesmo andar de escritórios fica uma sala de reuniões com paredes de vidro a prova de bala. O espaço funciona como uma sala de pânico para onde o CEO deve ser evacuado caso haja risco à sua vida. Segundo algumas das fontes, o local também tem uma rampa secreta com passagem direta para a garagem do edifício.

Até nos momentos de descontração o fundador do Facebook está em alerta. Outro item do protocolo de segurança é a necessidade de vistoria prévia de todos os lugares para onde ele vai. Caso decida tomar uma cerveja depois de um dia puxado no escritório, uma equipe inteira de seguranças é enviada para o bar antes para revistar o local.