Giro

Portugal enviará 60 militares a Moçambique

Portugal enviará 60 militares a Moçambique

(Arquivo) Campo de moçambicanos deslocados no distrito de Chiure - AFP/Arquivos

Portugal vai enviar nas próximas semanas 60 militares a Moçambique, após um ataque reivindicado pelo grupo extremista Estado Islâmico (EI) em Palma, cidade do norte do país, informou o ministro das Relações Exteriores, Augusto Santos Silva.

“Uma equipe de 60 militares portugueses está se preparando e será enviada nas próximas semanas a Moçambique”, declarou Santos Silva na segunda-feira à noite ao canal público português RTP.

“Apoiará o exército moçambicano na formação das forças especiais”, disse.

Palma está sob controle de grupos extremistas desde um ataque executado na semana passada e reivindicado na segunda-feira pelo Estado Islâmico.

O grupo afirmou que dezenas de militares morreram, assim como cristãos, incluindo estrangeiros.

O governo de Moçambique afirmou no domingo que dezenas de pessoas morreram em Palma.

A ONU ofereceu “apoio ao governo de Moçambique nos esforços para proteger os civis, restabelecer a estabilidade e levar à justiça os autores dos atos odiosos”.

Moçambique, ex-colônia portuguesa, conquistou a independência em 1975.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel