Giro

Por que temos alergia?

Por que temos alergia?

As alergias são reações do sistema imunológico a algum tipo de substância, como pólen, ácaros ou pelos de animais, ou a algum alimento



As alergias são reações do sistema imunológico a algum tipo de substância, como pólen, ácaros ou pelos de animais, ou a algum alimento, que não causa reação na maioria das pessoas. Medicamentos, fatores ambientais como o calor e picadas de insetos são outros fatores que podem desencadear o problema.

A Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (Asbai) estima que cerca de 30% da população tem algum tipo de alergia, sendo a maioria dos diagnósticos das versões respiratórias ou alimentares.

+ Vitamina D3 e medicamentos para alergia e câncer reduzem replicação de vírus

Embora não haja nada que se possa fazer para evitar a herança genética, alguns cuidados são importantes. Na prática, significa que evitar os gatilhos já conhecidos é a melhor forma de prevenir as reações alérgicas.




Algumas comidas (amendoim), medicamentos, animais, poeira e são as principais causas das alergias. Após o contato com eles, células fabricam substâncias contra os estímulos externos para garantir a segurança do corpo. Assim, graças a combinação das etapas de defesa, os sintomas aparecem no individuo.

Como nem todos os seres humanos possuem alergias, a genética é a causa mais provável para a ocorrência dessas reações de defesa. Além disso o tipo de substância e a forma de contato são os principais fatores que influenciam no nível dos processos de proteção do organismo.

Alguns medicamentos diminuem a produção das substâncias defensivas em casos menos graves. Assim, esse tratamento reduz
manifestações comuns, por exemplo, machas na pele, coriza e inchaços.


Já em casos de reações muito exacerbadas, a vida da pessoa fica em risco, portanto, a assistência médica imediata é importantíssima para salvar o indivíduo. As crianças, por exemplo, frequentemente deixam de apresentar algumas alergias aos alimentos como os ovos.

Contudo, com o avanço da idade, podem desenvolver intolerância ao leite, quando antes era apenas uma alergia. Uma vez que a cura não foi encontrada, os alérgicos precisam conhecer os componentes que provocam suas alergias e evitá-los ao máximo.