Edição nº 1057 16.02 Ver ediçõs anteriores

Por que São Paulo deixou o ranking das melhores cidades para criar uma startup

Por que São Paulo deixou o ranking das melhores cidades para criar uma startup

O Museu de Arte de São Paulo (Masp). um dos cartões postais da cidade que já foi uma das melhores para fundar uma startup

A crise econômica e política, que se desenrola desde o fim 2014, fez mais uma vítima. São Paulo, que já foi uma das 20 melhores cidades do mundo para fundar um startup, deixou o ranking deste ano.

Esse é um dos dados do estudo “Global Startup Ecosystem Report 2017”, realizado pela Startup Genome, em parceria com GEN, Crunchbase e Orb Intelligence.

“Os desafios econômicos e políticos enfraqueceram o ecossistema”, diz um trecho do relatório sobre a cidade de São Paulo. “Mas novos entrantes da China e da Suécia tornaram impossível não perder terreno na comparação global.”

Sem surpresas, o Vale do Silício, Califórnia, manteve a primeira posição. O ranking conta ainda com Nova York, Londres, Pequim e Boston, nesta ordem, como as cinco melhores cidades para se criar uma startup.

O estudo aponta que, apesar da queda, uma série de iniciativas tem fortalecido o ambiente de startups na cidade de São Paulo. “Grandes companhias de tecnologia estão compromissadas a fazer de São Paulo seu quartel-general”, segundo o estudo.

O relatório da Genome Startup diz que a cidade de São Paulo continua a produzir startups de sucesso e cita a VivaReal, site de vendas de imóveis fundado pelo  americano Brian Requarth, que captou aproximadamente US$ 75 milhões.

Estrearam no ranking deste ano Pequim, Xangai e Estocolmo. Foram pesquisadas 55 cidades de 28 países.

Confira as 20 melhores cidades do mundo para fundar uma startup:

1 – Vale do Silício

2 – Nova York

3 – Londres

4 – Pequim

5 – Boston

6 – Tel Aviv

7 – Berlim

8 – Xangai

9 – Los Angeles

10 – Seattle

11 – Paris

12 – Cingapura

13 – Austin

14 – Estocolmo

15 – Vancouver

16 – Toronto

17 – Sidney

18 – Chicago

19 – Amsterdã

20 – Bangalore

Tópicos

startups São Paulo

Mais posts

Com fama de perder dinheiro, Amazon lucra por 11 trimestres consecutivos

O resultado do quarto trimestre de 2017 da Amazon foi recorde: lucro líquido de US$ 1,9 bilhão

Mercado Livre passa a emprestar dinheiro aos lojistas de seu marketplace

Depois de testar modelo por seis meses no Brasil, companhia anuncia a criação da divisão Mercado Crédito

Eike Batista anuncia no Twitter que está de volta

Em dois posts, o empresário avisou seus mais de 1,2 milhão de seguidores a ficarem ligados em seu novo canal no YouTube e Instagram, [...]

Por que o Walmart busca um sócio para a sua operação brasileira

Desde que decidiu unificar as operações online e offline, a varejista americana Walmart convive com os rumores de que vai deixar o [...]

Twitter conseguirá conquistar os insatisfeitos com mudanças do Facebook?

Rede social está diante de uma oportunidade de ouro desde que o Facebook anunciou mudanças no seu “news feed”
Ver mais
X

Copyright © 2018 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.