Giro

Por que a Covid-19 mata mais homens que mulheres?

Crédito: Reprodução/Pixabay

Embora as taxas de mortalidade mais altas estejam entre os homens, são mais relacionadas ao contexto social e comportamentos de saúde associados ao gênero (Crédito: Reprodução/Pixabay)



A Covid-19 mata muito mais homens do que mulheres. Apesar de dois anos de pesquisas sobre o vírus, ainda não está claro por quê. Um novo estudo do GenderSci Lab, laboratório de pesquisa dedicado a gerar conceitos, métodos e teorias feministas para pesquisas científicas sobre sexo e gênero, da Universidade Harvard, sugere um motivo e ele tem menos a ver com diferenças biológicas entre os sexos e mais com uma série de fatores sociais e comportamentais.

+ Covid-19: 105,7 mil casos e 816 mortes são registradas em 24 horas

A análise, publicada na revista Social Science and Medicine, evidenciou que, embora as taxas de mortalidade mais altas estejam entre os homens, são mais relacionadas a momentos de surtos, políticas estaduais de saúde, comportamentos de saúde associados ao gênero, raça, nível de renda e ocupação.

“O resultado do estudo aponta que as diferenças entre os sexos nos resultados da Covid-19 não são estáveis em todos os locais ou consistentes ao longo do tempo, e sim são sensíveis ao contexto”, explica Sarah Richardson, fundadora e diretora do GenderSci Lab.




Durante o levantamento, os pesquisadores descobriram que em alguns estados os homens estavam sendo infectados e morriam mais do que as mulheres, enquanto em outros estados os números se invertiam ou se igualavam.

Os cientistas também relataram que as taxas de mortalidade nos Estados Unidos entre homens e mulheres foram separadas por uma diferença menor do que se pensava. No início da pandemia, acreditavam que o dobro dos homens estava morrendo de Covid-19. Desde então, alguns pesquisadores começaram a atribuir essas taxas mais altas a fatores relacionados ao sexo biológico, como hormônios específicos ou a resposta imune.







Tópicos

3ª dose 4ª dose combate o quê? 4ª dose israel 4ª dose necessária 4ª dose vacinas adolescentes e crianças covid anticorpo monoclonal anticorpos covid sintomas anticorpos infectados nova infecção anticorpos monoclonais Anvisa astrazeneca trombose Brasil casos Cepa colombiana cepa colombiana é mais letal? cepa delta china aprova tratamento consórcio coronavírus coronavírus alimentação coronavírus animais coronavírus estudos coronavírus soja corticoides covid covid anticorpos covid antiviral medicamento covid longa covid medicamentos covid passa para animais covid remédios covid restrições covid tratamento covid tratamentos Covid variantes Covid-19 efeitos permanentes europa ainda tem restrições? gorilas com covid idosos têm que tomar 3ª dose? imprensa imunizados naturais imunizados têm que usar máscaras infectados imunizados lentidão vacinação Rússia máscara vacina máscaras vacina OMS medicamento anticovid MSD dinamarca medicamento MSD covid o que é trombose o que funciona covid pets têm covid? pilula contra covid pode haver duas infecções diferentes posso me infectar depois de vacinado? Qual país tem mais infectados? quando vou deixar de usar máscara? quantas doses já foram aplicadas? quanto tempo duram os anticorpos quanto tempo duram os sintomas? quantos faltam vacinar? quantos vacinados tem o Brasil? que alimentos inibem o coronavírus quem deve tomar 3ª dose? rio afrouxa restrições praias rio restrições RJ restrições Rússia Rússia confinamento Rússia recorde de mortes sequelas covid super imunes covid superanticorpo superimunes covid superimunes genes transmissão adolescentes crianças tratamento anticorpos monoclonais china trombose vacina idosos vacina 3ª dose vacina duas doses protege mais que a de dose única? vacina reinfecção vacina risco de trombose vacina trombose vacinação adolescentes vacinados infectados imunidade Variante cama variante delta variante delta países variante delta volta Variante gama é perigosa? variante gama Manaus Variante Gamma zoológico EUA covid