Giro

Policiamento é reforçado em área disputada por milícias no Rio

O policiamento foi reforçado na zona oeste da cidade do Rio, após uma noite de tiroteios e incêndios de vans de transporte, ocasionados pela disputa entre dois grupos de milícias. A informação foi confirmada nesta quinta-feira (16) pela assessoria da Polícia Militar (PM), que deslocou contingentes de vários batalhões para a região.

Pelo menos sete vans foram incendiadas entre a noite de ontem e esta manhã nos bairros de Campo Grande, Santa Cruz e Paciência, áreas controladas por grupos milicianos, que se dividiram recentemente, após a morte do criminoso Wellington da Silva Braga, conhecido como Ecko, baleado em confronto com a polícia, em junho deste ano.

Por conta da violência na região, empresas de transporte coletivo tiraram os ônibus de circulação, deixando a população com poucas alternativas. O sistema de trens continua operando.

O corredor Transoeste do BRT foi temporariamente interrompido no trecho da Avenida Cesario de Melo, afetando duas linhas de ônibus articulados, responsáveis pelo transporte de milhares de passageiros por dia.



A PM informou que o reforço do policiamento visa a garantir o retorno do transporte coletivo, principalmente no final do dia, quando os trabalhadores voltam para casa.

Veja também
+ Até 2019, havia mais gente nas prisões do que na bolsa de valores do Brasil
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Veja quanto custa comer nos restaurantes dos jurados do MasterChef
+ Leilão de carros e motos tem desde Kombi a Nissan Frontier 0km