Mundo

Policial dos EUA sugere que congressista democrata ‘precisa de um tiro’

Policial dos EUA sugere que congressista democrata ‘precisa de um tiro’

As congressistas democratas Alexandria Ocasio-Cortez, Rashiba Tlaib, Ilhan Omar e Ayanna Pressley - AFP/Arquivos

Autoridades americanas estão investigando um policial de Louisiana por sugerir que deveriam atirar na congressista democrata Alexandria Ocasio-Cortez, em meio à agitação provocada pelos ataques verbais do presidente Donald Trump contra quatro legisladoras opositoras de minorias étnicas.

A mensagem no Facebook do agente alimentou as críticas de que a retórica do presidente beira a incitação à violência. Longe de parar, Trump continuou seus ataques com um novo tuíte em que tachou as quatro congressistas democratas de “muito racistas” e “não muito inteligentes”.

“Esta odiosa idiota precisa de um tiro”, escreveu Charlie Rispoli, do Departamento de Polícia de Gretna, sobre Ocasio-Cortez, segundo meios locais.

A mensagem do agente, que não está mais disponível no Facebook, levou o chefe da polícia de Gretna, Arthur Lawson, a ordenar uma investigação e prometer que não tomaria o caso de forma leviana, segundo o site de notícias de Louisiana NOLA.

Trump lança desde semana passada vários ataques no Twitter contra Ocasio-Cortez e suas colegas com ascendência estrangeira Rashiba Tlaib, Ilhan Omar e Ayanna Pressley.

As palavras do presidente provocaram protestos em fileiras democratas e inclusive entre alguns republicanos, em um momento em que os partidos se preparam para a disputa intensa que precederá as eleições presidenciais de 2020.