Geral

Polícia vai investigar youtuber por suposta admissão de sexo sem consentimento

Após um vídeo de 2015 do youtuber Everson Zoio ressurgir nas redes sociais, onde ele diz que praticou sexo sem o consentimento da sua ex-namorada, a Polícia Civil de Minas Gerais divulgou à imprensa que irá investigar o caso para averiguar se abrirá ou não um inquérito policial que pode causar o indiciamento de Everson pelas falas dele contidas nas imagens.

“A Polícia Civil de Minas Gerais informa que, desde a manhã deste sábado, 28, tão logo tomou conhecimento, por meio da imprensa, do vídeo feito pelo youtuber Everson Zoio, relatando um suposto episódio envolvendo sua ex-namorada, amplamente divulgado nas redes sociais, acionou a Delegacia Especializada em Investigação de Crimes Cibernéticos (DEICC), que já está adotando todas as providências de polícia judiciária, para a completa elucidação do fato noticiado”, informou a assessoria de imprensa do órgão à reportagem.

Por conta da repercussão do vídeo, o youtuber escreveu um esclarecimento no qual afirma que está sendo muito prejudicado pela repercussão e que o relato foi inventado em 2015 e contado novamente em 2016. “Homem é assim mesmo, aumenta as coisas”, disse o youtuber. “Mesmo sendo uma brincadeira e a história ser mentira, eu peguei pesado”, admitiu.

Veja também

+ Funcionário do Burger King é morto por causa de demora em pedido

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados pela covid-19

+ Nascidos em maio recebem a 4ª parcela do auxílio na quarta-feira (05)

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?