Giro

Polícia Civil do DF investiga grupos suspeitos de tráfico

A Polícia Civil do Distrito Federal (DF) investiga a suposta participação de membros de organizações criminosas e de garotas de programa no tráfico de drogas em áreas nobres de Brasília.

Deflagrada na manhã desta sexta-feira (20), a chamada Operação Rede apura a ação de diferentes grupos criminosos que, segundo investigadores da 5ª Delegacia de Polícia, agiam de forma muito parecida, embora não tivessem conexões entre si.

Um dos grupos investigados revendia a cocaína apenas para traficantes da região e é suspeito de ter ligação com facções criminosas como o Primeiro Comando da Capital (PCC). Outros dois grupos alvo da operação também se dedicavam à venda de cocaína para pequenos traficantes do Distrito Federal.

Segundo a Polícia Civil, dois grupos são formados por garotas de programa, que marcavam encontros com clientes frequentes aos quais eram oferecidas drogas ilícitas. Essas mulheres tinham apoio de taxistas e motoristas de aplicativos.

Os integrantes do sexto grupo investigado atuavam por encomenda, entregando a droga em endereços indicado pelos compradores, e agiam principalmente na região central da capital federal.

Cerca de 200 policiais participaram da operação, que cumpre 35 mandados de busca e apreensão em diferentes regiões administrativas do Distrito Federal (Águas Claras, Candangolândia, Setor Hoteleiro Norte, Ceilândia, Samambaia, Recanto das Emas, Planaltina, Brazlândia e Lago Norte) e também em Goiânia.

Veja também

+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?