Edição nº 1146 11.11 Ver ediçõs anteriores

Polar no Brasil

Polar no Brasil

Depois de atuar no Brasil por meio de distribuidores, a Polar, marca finlandesa de equipamentos para monitoramento esportivo, fincou bandeira no País. Agora com operação própria, a empresa quer explorar melhor o potencial do mercado brasileiro.

“É o segundo maior do mundo em número de academias, com 32 mil unidades, e conta com cerca de 5 milhões de corredores”, diz Igor Meskelis, diretor geral da Polar no Brasil. A meta é chegar a um faturamento de R$ 150 milhões dentro de três anos e iniciar fabricação própria no País.

(Nota publicada na Edição 1010 da Revista Dinheiro, com colaboração de: Márcio Kroehn)


Mais posts

O liberalismo que preocupa a Usiminas

A abertura da economia brasileira, na contramão do aumento do protecionismo global, está preocupando o presidente da Usiminas, Sergio [...]

Regime de engorda

A Mordidela, uma das maiores redes de franquias de alimentação do país, está com fome de crescimento. Neste ano, foram 210 unidades [...]

Mangia che fa benne

Brasil e Itália nunca estiveram tão unidos pela gastronomia. Em valores totais, as importações brasileiras de alimentos provenientes da [...]

Criatividade dá lucro

O Pixel Show, o maior festival de criatividade da América Latina, deve atrair mais de 55 mil pessoas esse ano para a sua 15a edição. [...]

Rico em festa

A Rico Investimentos, corretora que integra o grupo XP, está em festa. Isso porque a Carteira Rico Premium rendeu 2,69% em outubro, [...]
Ver mais