Negócios

Podcasts são responsáveis por aumento de assinantes e publicidade do The New York Times

Um dos principais motivos do crescimento da publicidade digital foram os podcasts, que se tornaram um principais produtos da marca para anúncios

Podcasts são responsáveis por aumento de assinantes e publicidade do The New York Times

Prédio do New York Times em 6 de setembro de 2018 em Nova York - AFP/Arquivos

O podcast se consolida cada vez mais como uma das principais mídias da internet, seja para ser um canal de notícias e discussão, ou mesmo para programas de conversas e entrevistas. O plano do Spotify de investir US$ 500 milhões em podcasts e comprar uma das principais produtoras de conteúdo ficcional em áudio é um bom exemplo de como as grandes empresas enxergam este nicho.

Quem aposta no novo mercado é o The New York Times, que divulgou resultados do primeiro trimestre de 2019 com números melhores do que o esperado, ancorado por sua atuação no digital. O destaque foi o crescimento do setor de publicidade digital, que cresceu 19% ante o mesmo período do ano anterior. As receitas de assinaturas e publicidade digital atingiram a marca de US$ 165,4 milhões. Segundo o jornal, um dos principais motivos do crescimento foi sua divisão de podcasts, que se tornou um dos principais produtos da marca para anúncios, em especial o programa The Daily, que traz notícias do dia a dia. O jornal não divulgou dados específicos sobre os rendimentos de seus produtos de áudio.

O total de assinaturas (impressas e digitais) ultrapassou 4,5 milhões, sendo que 3,5 milhões pagam para ter acesso aos conteúdos digitais do NYT, crescimento de 29% em relação ao primeiro quarto de 2018. O jornal tem planos de levantar US$ 800 milhões através de seus veículos digitais até 2020, número que já está próximo, pois em 2018 gerou US$ 709 milhões em seus canais de internet.

Na contramão, o negócio físico da empresa diminui, com a receita de publicidade em papel caindo 11,9% e as assinaturas em papel sofrendo queda de 2,6%. O lucro operacional do The New York Times no primeiro trimestre de 2019 foi de US$ 34,6 milhões, com a receita total subindo 6,1% para US$ 439 milhões.