Economia

PMI de serviços do Reino Unido cai a 54,5 em janeiro, 1ª queda desde setembro

O índice dos gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) do setor de serviços do Reino Unido caiu de 56,2 em dezembro para 54,5 em janeiro, informou nesta sexta-feira a IHS Markit. Esta foi a primeira queda desde setembro. Ainda assim, o resultado mostrou que o setor continua expandindo, ainda que tenha mostrado crescimento mais fraco desde outubro. Analistas ouvidos pelo Wall Street Journal previam queda mais branda, para 55,8.

A Markit aponta em seu comunicado que os dados no mês passado apontaram maior expectativa com os negócios desde maio de 2016.

O índice ficou acima de 50,0 pelo sexto mês consecutivo em janeiro, o que indica expansão nessa pesquisa. Números abaixo de 50 apontam para contração da atividade.

O economista-chefe da Markit, Chris Williamson, afirma que o crescimento do setor de serviços diminuiu após um forte término de 2016, mas as pesquisas de janeiro ainda apontam para um 2017 estável para a economia do Reino Unido e que a desaceleração de janeiro pode ser apenas temporária. “A principal área de preocupação é que a extensão dos custos das empresas estão aumentando em toda a economia, com a taxa de inflação a acelerar a um ritmo que não vimos desde antes da crise financeira global”, disse o economista.

Veja também

+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos

+Conheça os 42 anos de história da picape Mitsubishi L200

+ Remédio barato acelera recuperação de pacientes com covid-19

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?