Economia

Plano SP: maioria de donos de restaurantes não deve respeitar medidas de restrição

Crédito: Pixabay

De um total de 163 participantes, 135 empresários dizem contrários as ações do governo, ou seja, 70% afirmaram que não irão respeitá-las (Crédito: Pixabay)

Uma enquete realizada com donos de restaurantes de São Paulo relata que a maioria vai permanecer com os estabelecimentos abertos nos finais de semana, apesar das restrições definidas pelo Governo do Estado de São Paulo para conter o aumento de casos do novo coronavírus.

Segundo divulgado pela Folha de S.Paulo, de um total de 163 participantes, 135 empresários dizem contrários as ações do governo, ou seja, 70% afirmaram que não irão respeitá-las.

+ São Paulo antecipa mudanças no Plano SP
+ Governo de SP antecipa reclassificação do Plano SP para sexta (15)

Associação Nacional de Restaurantes (ANR), uma das representantes do setor, da qual fazem parte redes, franquias, cafés, lanchonetes, bares e restaurantes de todo o País, se manifestou contrária às novas restrições impostas pelo governo paulista.



“A entidade entende a preocupação das autoridades em conter a expansão do novo coronavírus, mas as empresas não podem ser responsabilizadas uma vez mais pelo aumento de casos neste início de ano, e, pior, depois de permanecer por mais de 100 dias de portas fechadas em 2020. Ao tomar a decisão, o Governo de São Paulo certamente deve ignorar informações fundamentais”, diz a associação, em nota divulgada.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel