Mundo

Planeta gigante é encontrado por pesquisadores em área de estrelas destrutivas

Crédito: Divulgação/ eso.org

O planeta gigante “b Cen (AB)b”, com massa 11 vezes maior a Júpiter, resiste a um sistema estelar supermassivo (Crédito: Divulgação/ eso.org)



O “b Cen (AB)b”, planeta de classe Super-Júpiter, foi descoberto por cientistas europeus na constelação de Centauro. O planeta está localizado em um sistema estelar com três massas solares, segundo estudo publicado nesta quarta-feira(8) na revista científica Nature.

Diante de um ambiente hostil, o planeta gigante “b Cen (AB)b”, com massa 11 vezes maior a Júpiter, resiste a um sistema estelar supermassivo. Pesquisas apontaram que o par de estrelas gêmeas do sistema, chamadas de “b Cen”, tem 6 a 10 vezes mais massa que a do nosso Sol. 

+Asteroide de 330 metros vai passar próximo da Terra em dezembro

“Um ambiente considerado bastante destrutivo e perigoso a ponto de ser considerado muito difícil para grandes planetas se formarem”, comenta Markus Janson,  astrônomo da Universidade de Estocolmo que é uma das lideranças do estudo. 



A pesquisa, coordenada pelo Observatório Europeu Austral (ESO), determinou que a mais brilhante das gêmeas emite ondas de calor na superfície do planeta que ultrapassam os 18 mil graus Celsius.

Chave para a sobrevivência

O planeta gigante fica a uma distância 100 vezes maior que a de Júpiter em relação ao Sol. Mesmo orbitando as perigosas estrelas, o enorme espaço garantiu estabilidade ao planeta.

Os cientistas acreditam que o “b Cen (AB)b” tem um núcleo rochoso e que a maior parte do planeta seja formado por poeira, oriunda de outros corpos celestes.