Economia

Pix é usado em tentativa de reatar namoro e BC diz que não há bloqueio a pagamento

Crédito: Pexels

Autoridade monetária explica que não é possível bloquear um pagamento que podem conter mensagens anexas indesejáveis para o destinatário (Crédito: Pexels)

A história ganhou força no Twitter no fim de semana passado. Um rapaz teria terminado o namoro com uma garota, que por sua vez não se conformou com a situação. Ela, após perceber que teve todas as suas redes sociais foram bloqueadas pelo ex-namorado, apelou para o Pix. Com transferências de R$ 0,01, ela enviou muitas mensagens em anexo de pedidos de desculpas para tentar reatar o namoro.

A moça acaba de criar uma nova funcionalidade para o novo sistema de pagamento do Banco Central (BC). Isso porque, segundo a autoridade monetária informou em matéria da Folha de S.Paulo, a tecnologia não possui a opção de bloqueio de pagadores específicos por parte dos usuários.

+ A Microsoft admite que os hackers viram parte de seu código-fonte

O BC destacou que em casos como estes, as pessoas incomodadas deverão entrar em contato com as instituições financeiras em que cadastraram o Pix.



Será necessário pedir para o banco, ou instituição, para não receber mais as notificações de pagamento. Assim, qualquer mensagem em anexo a outras transferências pelo Pix não aparecerão ao destinatário.

Mas bloquear o pagamento é impossível e esta função não está nos planos futuros para o sistema, segundo a autoridade monetária.

Segundo as regras do Pix, o bloqueio de uma conta só pode ocorrer em caso de fraude constatada. A responsabilidade deste bloqueio é da instituições financeiras e de pagamento.

Segundo a Folha, o rapaz que terminou o namoro tomou a providência que estava ao seu alcance para evitar receber outras mensagens da ex-namorada. Ele cancelou o seu usuário do Pix.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel