Internacional

Pintura de Picasso é vendida por US$67,5 milhões em leilão em Nova York

Crédito: REUTERS / Shannon Stapleton

Pintura de Picasso é vendida por US$67,5 milhões em leilão em Nova York (Crédito: REUTERS / Shannon Stapleton)



Por Ben Kellerman

NOVA YORK (Reuters) – O quadro de Pablo Picasso “Femme nue couchée”, de 1932, foi vendido por 67,5 milhões de dólares, na terça-feira, em sua estreia em leilões na Sotheby’s em Nova York, a mais recente grande venda em um leilão de arte.

A venda ocorreu uma semana depois que o retrato de Marilyn Monroe feito por Andy Warhol em 1964 foi arrematado por 195 milhões de dólares na Christie’s, estabelecendo um recorde para uma obra de um artista norte-americano vendida em leilão.

A casa de leilões Sotheby’s havia previsto que a pintura de Picasso, uma representação surrealista de sua musa Marie-Thérèse Walter, seria vendida por mais de 60 milhões de dólares. O preço de terça-feira fica aquém de outros retratos de Marie-Thérèse, um dos quais arrecadou 103,4 milhões de dólares na Christie’s no ano passado.



Flávio Bolsonaro garante que pai não mudará política de preços da Petrobras

“Femme nue couchée”, que se traduz do francês para “Mulher Nua Reclinada”, mostra Marie-Thérèse como uma criatura marinha de muitos membros com a cabeça inclinada para trás de perfil. O amor dela pela natação e sua graça na água inspiraram a alusão ao mar, já que o próprio Picasso não sabia nadar, segundo a Sotheby’s.

Marie-Thérèse tinha 17 anos quando conheceu Picasso, de 45 anos, em Paris. Eles começaram um relacionamento secreto enquanto ele ainda era casado com a primeira esposa, a bailarina russo-ucraniana Olga Khokhlova. Marie-Thérèse tornou-se modelo para uma série de pinturas e esculturas e deu à luz a filha do casal, Maya Widmaier-Picasso.


tagreuters.com2022binary_LYNXNPEI4H0V3-BASEIMAGE